Fatal essa mulher!

A minha força não está onde você finge estar a sua
Por favor, não seja uma reinvenção de mim
Fica feio toda essa curiosidade.
Sério.

Parabéns, você quis mostrar um pouco mais da sua perna
Eu até me excitei observando, olha só!
Se você quis que eu perdesse o jogo.
Deixa eu apenas te dizer um fato
Quando você pensa que eu perdi
Eu apenas comecei o meu show

Eu sei até onde posso ir
E sei do arrependimento de quem não consegue me sustentar
Ele acontece, baby.
Sinto muito.
Não preciso de joguinhos para isso
É visceral

Você perceberá que não é porque ele foi embora
Que vai te amar
A minha sombra estará em todos os lugares
Enquanto você pensa que ganhou
Em segundos perceberá que sua obsessão por mim
Não acabou.
Confesse seus pecados e me ame
Porque eu não comprei essa briga
Até porque seria injusto se o fizesse

Meu silêncio
Um olhar
Mentalizar
Corromperia todo cenário
E eu ainda nem falei sobre a  minha bunda

Ele pode ir
Porque não foi
É tão simples
E não sobrará uma lágrima
Falsa derrota
Ha, lide com minha ironia

Fica seu prêmio de consolação
Não está sozinha.
Um beijo a todas.
Não foi dessa vez







Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Quando fui insuficiente e suficiente fui

Amor fechado

Amor a primeira vista